Adaptação escolar

As aulas estão para começar e com elas as expectativas de pais e alunos que irão pela primeira vez à escola. O processo de adaptação é bem significativo para a criança que terá pela frente pelo menos dois grandes desafios: o de enfrentar um ambiente desconhecido para ela e a separação da mãe/pai.

Para a mãe/pai também se trata de um momento muito especial e eles precisam agir com segurança para transmitir esta segurança ao seu filho(a). Grande parte da boa adaptação da criança depende do comportamento de seus pais. Muitos pais, por querem amenizar o “sofrimento” dos filhos nos primeiros dias de aula, acabam se comportando de forma a reforçar o comportamento de rejeição da criança. O pai tem que entender que a entrada do seu filho na escola é a primeira separação e isto parte do crescimento da criança.

Sabemos que o sentimento da mãe nos primeiros dias de aula é bem parecido com o sentimento da criança. Porém, a mãe deve ter maturidade para se controlar e passar para a criança a tranqüilidade e segurança de que ela tanto precisa.

A mãe tem que ajudar seus filhos neste momento tão importante para a vida deles. Como pode ajudar? Preparando a criança para este acontecimento. A criança deve participar desde as visitas às escolas. Ela deve opinar sobre se gostou ou não e sua opinião deve ser respeitada. Normalmente as escolas de Educação Infantil possuem cursos de férias que são promovidos justamente para uma pré-adaptação da criança. Leve-a para brincar em algumas escolas e veja em qual delas seu filho se sente mais confortável. Perceba como ele se relaciona com as outras crianças, com o espaço físico e com as professoras e auxiliares.

Procure colocar a criança no período que não interfira nos seus hábitos cotidianos. Se a criança gosta de dormir depois do almoço, coloque-a no período da manhã, assim ela poderá desfrutar de todas as atividades promovidas pela escola sem ter que abrir mão do seu soninho. Já se a criança é dorminhoca e acorda tarde, coloque-a no período da tarde. Agindo assim a criança chegará sempre bem humorada na escola.

A angustia deste início pode fazer parte dos sentimentos tanto da criança quanto da mãe. Por esta razão mantenha contato com a equipe pedagógica. Fale o que você está sentindo. Elas são habilitadas para lhe dar respaldo. Esclareça suas dúvidas, converse bastante e com isso você vai adquirindo confiança, vai ficando mais tranqüila e esta angústia desaparecerá.

Como colocar cílios postiços em 5 passos!

Uma das makes mais poderosas que a gente vê por aí é o famoso “olho, tudo; boca, nada”. Ou seja, quando os olhos são o destaque da maquiagem, o personagem principal do look. E vamos combinar que não tem nada mais glamuroso do que um olho bem trabalhado, hein?

E para ajudar a dar esse efeito poderoso, o queridinho que as apaixonadas por maquiagem não abrem mão são os tais cílios postiços. Sem dúvida, ele arremata a produção e dá aquele toque final de poder que a gente tanto gosta. mas existem muitas dúvidas sobre como colocar cílios postiços… Vamos ver o passo a passo?

1. Retire um dos pares da embalagem e coloque sobre seus cílios apenas para verificar se o tamanho está correto. Caso os postiços sejam maiores que os seus olhos, corte alguns tufos do final para adequar o tamanho.

Fica a dica: Se você não quiser ousar tanto e colocar o cílios inteiro, corte um pedacinho e coloque apenas no canto externo nos olhos. Fica super chique, mas menos chamativo.

2. Tamanho acertado, agora é hora de passar a cola em toda a extensão dos postiços. Passe a cola bem de leve, formando uma camada fininha. Para facilitar o manuseio, utilize uma pinça para segurar os postiços.

Fica a dica: A Eudora tem um par de cílios postiços maravilhoso e, o melhor, já vem com o tubinho de cola adequado. Super prático e fica lindo no olho!

3. Espere alguns segundos antes de colar os cílios postiços, até a cola dar uma secadinha. Vale dar uma chacoalhada ou mesmo assoprar de leve para agilizar o processo.

4. Ainda com a ajuda da pinça, coloque os postiços sobre a raiz dos seus cílios verdadeiros e vá arrumando para ficar certinho, de lado a lado.

5. Repita o procedimento no outro lado e, depois que a cola secar, aplique um delineador sobre a raiz dos cílios para esconder a cola que ficou aparecendo.

Pronto! Viu como colocar cílios postiços é fácil e rápido? E fica maravilhoso, não?

Por que fazer exercícios? Veja 4 motivos…

A prática de exercícios pode nos proporcionar uma série de benefícios. A saúde do corpo e da mente ficam em dia quando há a prática rotineira de exercícios. Além disso, alguns aspectos em especial são elevados como a auto-estima, a confiança, a aparência, o pique para encarar o dia a dia.

Se mesmo com tantas campanhas e comprovações sobre os benefícios dos exercícios você ainda tem dúvidas sobre a eficiência, separamos 4 razões para praticar exercícios com regularidade. Veja:

1. Saúde

A primeira razão é a mais óbvia – a melhora da Saúde. Atividades físicas rotineiras proporciona uma baixa da pressão arterial – caso você sofra com a hipertensão, ajuda a reduzir o risco de câncer e diabetes, reduz a gordura corporal (o objetivo da grande maioria). Além de tudo isso, o exercício ajuda você a se sentir bem, renovado e confiante. As sombras das doenças ficaram longe de você!

O exercício é a maneira ideal para se manter saudável e feliz. No começo é difícil entrar na rotina, porém, depois você descobrirá que é algo essencial para sua vida.

2. Confiança

Ao praticar exercícios seguindo a orientação de um profissional e com muita dedicação, você entrará em forma rapidinho – é consequência de um bom trabalho. Com isso você se sentirá melhor com seu corpo, sorrindo ao se olhar no espelho, se sentir bonito e renovado. Quando estamos com o humor renovados temos a capacidade de enxergar os os pontos positivos em tudo aquilo que fazemos e conseguimos eliminar os problemas com menos stress e com soluções mais pertinentes.

O exercício físico é um forte aliado no combate à depressão. Caso você esteja enfrentando um caso desse, você já sabe por onde começar a resolvê-lo, né?
3. Energia

A prática de exercícios nos deixa mais ligados, atentos e com a energia renovada. Por isso, é super indicado a prática de exercícios logo cedo, pois, assim você começa o dia pronto para encarar os desafios do trabalho e dos estudos. É claro que se você não tem esse tempo no início do dia, você verá muitos benefícios ao praticar exercícios no final do dia, pois, assim, você se livrará de todas as preocupações que ocuparam sua cabeça durante o dia todo.

4. Produtividade

É comprovado que uma série de exercícios com continuidade e acompanhamento é capaz de nos tornar pessoas mais produtivas. A efetividade em todas as nossas atividades só aumenta quando temos uma rotina de exercícios bem definida. Por isso, se você precisa ser um profissional mais efetivo e precisa de melhores resultados no trabalho ou nos estudos comece agora mesmo a se exercitar!

Enfrente todas as barreiras do seu dia a dia com mais firmeza e determinação com o auxílio de exercícios físicos.

Acredito que essas 4 razões que separamos sobre a importância da rotina de exercícios físicos sejam suficientes para te fazer acreditar nessa teoria, né? As atividades físicas mexem com nosso corpo e com a nossa mente – de uma maneira positiva, é claro! E você quer uma mudança tão boa para sua vida? Então, não postergue o início de exercícios físicos, comece agora mesmo! Estabeleça metas e objetivos e comece uma grande transformação em sua vida!

Amamentar: um ato de amor que faz bem para mãe e filho

Muitas mães lêem sobre o desenvolvimento do bebê no útero, sobre como trocar fraldas, como decorar o quarto, sobre quais as roupinhas que se deve levar para a maternidade, mas são muito poucas as que se informam sobre como amamentar e quais os seus benefícios. Normalmente este assunto é tratado através de palpites que são ditos sem qualquer fundamento e nem sempre devem ser seguidos, principalmente aqueles que dizem ser o leite materno muito “fraco” e que devem complementar a alimentação com mamadeira. Orientações como estas são responsáveis pelo desmame precoce.

O mais importante é ler uma literatura séria que foque a amamentação com a importância que ela merece. A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta que as criança devem ser amamentadas exclusivamente com o leite materno nos primeiros seis meses de vida e que continue mamando até os dois anos como complemento alimentar.
Este alimento está sempre pronto, na temperatura ideal, é isento de contaminação, é seguro e contém tudo que a criança precisa.

A mãe deve se manter o mais informada possível quanto a amamentação, pois estas informações servirão de respaldo sobre o quanto o filho ficará protegido contra algumas doenças, que promove menos cólicas de intestino por ser digerido facilmente, que favorece uma boa formação do sistema nervoso e consequentemente terá bom desenvolvimento cognitivo.

É importante que a mãe saiba como o leite materno é produzido e que leia a Cartilha que foi elaborada para a Campanha de 2009 “Amamentação em todos os momentos. Mais saúde, carinho e proteção”. A informação é fundamental para enfrentar os possíveis problemas e preocupações que possam surgir como as que estão se sentindo inseguras quanto ao amamentar nestes tempos de Gripo Influenza H1N1. Também é importante que se saiba que o leite materno protege o bebê contra a transmissão do vírus da dengue, caso seja picado pelo mosquito infectado.

Dentre tantos materiais é importante ler as Recomendações da OMS e esclarecer que o peso adquirido pela mãe durante a gravidez se deve ao acúmulo energético que será gasto justamente no período da amamentação. É por esta razão que a mulher que amamenta perde peso mais rapidamente.
Mamãe dê mais este carinho ao seu filho: amamente-o.