Adaptação escolar

As aulas estão para começar e com elas as expectativas de pais e alunos que irão pela primeira vez à escola. O processo de adaptação é bem significativo para a criança que terá pela frente pelo menos dois grandes desafios: o de enfrentar um ambiente desconhecido para ela e a separação da mãe/pai.

Para a mãe/pai também se trata de um momento muito especial e eles precisam agir com segurança para transmitir esta segurança ao seu filho(a). Grande parte da boa adaptação da criança depende do comportamento de seus pais. Muitos pais, por querem amenizar o “sofrimento” dos filhos nos primeiros dias de aula, acabam se comportando de forma a reforçar o comportamento de rejeição da criança. O pai tem que entender que a entrada do seu filho na escola é a primeira separação e isto parte do crescimento da criança.

Sabemos que o sentimento da mãe nos primeiros dias de aula é bem parecido com o sentimento da criança. Porém, a mãe deve ter maturidade para se controlar e passar para a criança a tranqüilidade e segurança de que ela tanto precisa.

A mãe tem que ajudar seus filhos neste momento tão importante para a vida deles. Como pode ajudar? Preparando a criança para este acontecimento. A criança deve participar desde as visitas às escolas. Ela deve opinar sobre se gostou ou não e sua opinião deve ser respeitada. Normalmente as escolas de Educação Infantil possuem cursos de férias que são promovidos justamente para uma pré-adaptação da criança. Leve-a para brincar em algumas escolas e veja em qual delas seu filho se sente mais confortável. Perceba como ele se relaciona com as outras crianças, com o espaço físico e com as professoras e auxiliares.

Procure colocar a criança no período que não interfira nos seus hábitos cotidianos. Se a criança gosta de dormir depois do almoço, coloque-a no período da manhã, assim ela poderá desfrutar de todas as atividades promovidas pela escola sem ter que abrir mão do seu soninho. Já se a criança é dorminhoca e acorda tarde, coloque-a no período da tarde. Agindo assim a criança chegará sempre bem humorada na escola.

A angustia deste início pode fazer parte dos sentimentos tanto da criança quanto da mãe. Por esta razão mantenha contato com a equipe pedagógica. Fale o que você está sentindo. Elas são habilitadas para lhe dar respaldo. Esclareça suas dúvidas, converse bastante e com isso você vai adquirindo confiança, vai ficando mais tranqüila e esta angústia desaparecerá.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *