Suzuki Boulevard M800


Quando as primeiras imagens da Suzuki Boulevard M800 apareceram na internet, os amantes da categoria dividiram-se entre os que torceram o nariz – onde já se viu custom com suspensão dianteira upside-down? – e os que aprovaram as linhas modernas da substituta da Suzuki Marauder: o visual bandido, com muitas áreas pintadas de preto e poucos cromados, associado ao painel dividido entre tanque e guidão, escapes com a ponta chanfrada e a sinaleira traseira com leds são detalhes que destacam essa estradeira entre as suas concorrentes. Os integrantes do primeiro grupo, entretanto, são obrigados a concordar que a M800 chama a atenção por onde passa e não são poucos os que pedem para tirar uma foto ou para saber quanto custa, a quanto corre e quantas cilindradas tem.

Refrigerado a água, o motor alimentado por injeção eletrônica e de exatas 805 cc dessa buleva gera 53 cv a 6.000 rpm e 7,03 kgf/m a 4.000 rpm; ela tem comprimento total de 2.370 mm, peso seco de 247 kg, câmbio de 5 velocidades, pneus 130/90-16 na dianteira e 170/80-15 na traseira, transmissão secundária por cardã e assento a 700 mm do solo.

Em viagem recente, tive como companhia na estrada a M800 2008 (de propriedade do César) que aparece nas fotos abaixo: rodando sempre em torno dos 110 km/h ela fez média de 17,5 km/l, o que permitiu que fossem percorridos aproximadamente 270 km sem paradas para abastecimento, uma vez que o tanque tem capacidade de 15,5 litros.

Mais informações:

Suzuki M800 do César

Suzuki M800 do César

156 Comentários

Bonita. Muito bonita.

EL GDM

GDM:

E anda bem também: a velocidade de cruzeiro (naquele ponto de conforto: sem vibrações e sem esgaçar o motor) é maior do que a das concorrentes de cilindrada semelhante. Talvez tenha a ver com a suspensão dianteira invertida, o ângulo dos cilindros ou a transmissão final… Ou tudo isso junto.

Abraço!

não vejo a hora da minha chegar em casa , é muito linda mesmo

Parabéns pela escolha, Augusto… É uma bela máquina. Recentemente mais um colega meu de trabalho (além do proprietário da que aparece nas imagens acima) adquiriu uma M800.

Abraço!

Piréx, estou para comprar uma Boulevard tbm mas gostaria de saber como é o desempenho dela na cidade?

Pelo visto é uma ótima moto para estradas, mas e no dia a dia da cidade, tbm é uma boa opção?

Além de utilizar para viajar, pretendo usar no dia a dia como para ir trabalhar, na sua opinião, ela é uma boa moto para isso tbm?

Um abraço e obrigado,

Cassio

Cassio, meu xará:

Antes de mais nada, é importante ter em mente que uma moto do porte da M800 não pode ter o mobilidade no trânsito urbano comparada com a de uma scooter, por exemplo; da mesma forma que na minha moto atual (uma CB1300SF), podem surgir algumas restrições que uma moto menor não teria (por conta do ângulo de cáster e do esterçamento limitado, pode não ser possível ziguezaguear entre os carros parados no semáforo como uma Falcon faria, por exemplo).

Para nos ajudar nessa questão, pedi a dois amigos meus que possuem M800 (um deles o proprietário da que aparece neste artigo) que respondessem tua dúvida. Veja as respostas:

Prezado Cássio,

Esse foi um dos aspectos que me surpreendeu na M800, pois apesar de maior e mais pesada que a Shadow 600, ela é bem mais ágil no trânsito, ou seja, mais fácil de “enfiar” entre os carros. Um estilo bastante esportivo.

Grande Abraço!!

Cassio acho que a moto para o dia dia não e uma boa, mesmo ela sendo leve mas na cidade e um pouco cansativa.
Para estrada e excelente ela e uma moto que eu acho muito boa de curva e economica e confortavel para pilotar.
um abraço.

Como podes ver, mesmo entre os proprietários não há consenso, sugerindo que um test-ride seria uma boa idéia. Na minha opinião (que tive duas Shadows 600), não vejo problemas em usá-la no dia a dia (eu uso a minha todos os dias) se respeitares os limites de uma moto dessa categoria.

Grande abraço!

Piréx,estava para comprar outra moto na categoria, quando vi a M800 me encantei, acabei comprando uma 2008 c/8.500 Km em Campinas-SP.
Como moro no oeste do RS estava preocupado com a viagem, ao redor de 1.450 Km, para mim que nunca tinha viajado com estradeira. Enfrentei a distância e fiz uma bela viagem, em dois dias. Posso afirmar que é econômica para a potência, gostosa de andar, segura, agil mesmo dentro das cidades e uma retomada sensacional, sem contar com a beleza, pois onde passa todos botam o olho.
Outra oportunidade conto mais da proeza.
Um grande abraço

Muito obrigado pelas informações sobre a tua M800, Erlon: elas certamente serão muito úteis para os que buscam dados isentos sobre essa moto. E quando puderes, por favor, nos conte mais sobre tua viagem.

Grande abraço!

Realmente esta moto e sem comentarios, estou indeciso a meses, faco uma faculdade ou encaro umas parcelas nesta moto. O duvida cruel

Realmente, Edmilson… É uma moto sensacional. Vou te contar o que eu fiz quando estive na mesma situação: optei por fazer a faculdade acreditando que com ela seria mais fácil comprar motos no futuro. Deu certo.

Grande abraço!

Boa noite pessoal. Comprei uma M800 há 3 semanas e estou a cada quilimetro mais apaixonado por ela. É uma moto linda, chama a atenção por onde passa, e é muito confortavel. Não uso a moto no dia a dia, mas sempre que posso dou uma voltinha aqui por Curitiba. Realmente para encarar o trânsito de uma grande cidade é uma moto um pouco limitada, grande, não tem mobilidade para “costurar” entre os carros, embora, por questão de segurança, eu não recomende isso para moto nenhuma. Já na estrada é espetacular, muito estável, e o alto torque do motor proporciona ótimas retomadas se a necessidade de muita troca de marcha. Não vejo a hora de tirar férias para fazer uma viagem mais longa.
Abraços
Sérgio

Parabéns pela aquisição, Sérgio. Pelos relatos que leio e ouço, é uma excelente moto e certamente te trará muitas alegrias.

Abraço e boas estradas!

Prezados amigos,

Fui contemplado em um consórcio da yamaha, fui até a suzuki e solicitei a Boulevard, já tenho uns 15 dias e ainda não faturaram a moto. Agora as revistas dão conta da nova Midnight Star 950 por R$ 34.500. ainda não achei comparativos entre as motos, somente a Nidnight com a shadow, com vitória para a moto da yamaha. O que meus amigos acham ? Será que me precipitei ?

Abraços,

Leandro:

Esse é o tipo de dúvida que todos gostariam de ter, não? Duas belas máquinas, de fabricantes reconhecidamente esmerados na fabricação de suas jóias… É um belo problema.

Escolher essa ou aquela moto, na minha opinião, é uma questão muito pessoal e que envolve gosto, uso, peso, altura, bolso e tudo mais que nos faz diferentes. Seguindo esse raciocínio, um comparativo pode dizer que a moto A é superior à moto B e, pessoalmente (meu gosto, uso, peso, altura, bolso, etc), posso continuar achando a moto B melhor.

De forma alguma eu acharia estranho alguém optar por uma M800 em detrimento de uma Midnight Star: gosto é pessoal e intransferível, ainda mais se pesarmos o fato de estarmos falando de motos com cilindradas diferentes, transmissões secundárias diferentes, estilos diferentes…

Grande abraço!

sou um feliz proprietario da m800 boulevard ha seis meses.a moto eh fantastica e bela, principalmente na estrada. na cidade eh mais pesada e cansativa, mas nada que nao se acostume. mas pessoal, estamos falando de uma custom de 800 cc com peso de 250 kg. nao da para fazer milagres mesmo

Concordo plenamente contigo, Reginaldo – e até acho [a falta de mobilidade] um pequeno preço a pagar pelo prazer de ter (e rodar com) essa bela máquina.

Abraço!

Estou louco pra comprar essa belezinha mas ainda não sei a melhor forma de pagar. No financiamento o valor final tem mais de 50% de juros. Estou estudando alguns consórcios pois são bens mais baratos e a parcela caberia mais tranquilamente no meu orçamento, mas ainda estou indeciso, pois o consórcio pode demorar muito. Alguém tem alguma recomendação?

Thiago, ambas as alternativas possuem seus prós e contras (como o valor final do bem e a sua data de entrega) e certamente ouvirás respostas distintas vindas de pessoas diferentes: alguns preferem pagar mais e receber o objeto imediatamente e outras o contrário.

Eu já financiei motocicletas (como é o caso da que aparece no artigo Origens da atração), participei de consórcios e, hoje em dia, prefiro reunir o dinheiro e tentar um preço melhor. Como eu disse antes, isso é hoje em dia e cada caso é um caso: a única sugestão que posso dar é que avalies o teu para descobrir qual é a melhor alternativa.

Grande abraço!

Estou pensando em comprar essa moto. A única dúvida é quanto aos custos de manutenção desta beleza. Alguém poderia me informar quanto a isso?

Marcos, conversei com dois proprietários e eles me informaram que as duas primeiras revisões (aos 1000 km e 3000 km) não têm custo; fora da garantia, a dos 6000 km custou aproximadamente R$450.

A substituição do pneus (que nenhum dos proprietários com quem falei fez) é outro item relativamente dispendioso na manutenção de qualquer moto e custará aproximadamente R$1000 (considerando R$400 do dianteiro e R$600 do traseiro), mas só deve acontecer depois dos 20 mil quilômetros rodados.

Grande abraço!

Tenho duvidas qual escolher Shadow 750 ou boulevard m 800?
Qual devaloriza menos de um ano para outro?
Qual tem mais acessorios?

Comecemos pela parte fácil, Fabio: a quantidade (qualidade e preço também) de acessórios para ambas as motos se equivalem. Se estás no centro do país, terás uma oferta enorme de equipamentos ao alcance da mão; se não estás (meu caso), os poucos fornecedores locais e a Internet resolvem o problema.

No meu entendimento, a desvalorização também é equivalente e – mais importante – não deveria ter importância a ponto de servir para decidir qual comprar, haja vista que as motos citadas não são veículos de trabalho: comprar a moto Y (que gosto mais mas desvaloriza mais) em detrimento da moto X (que gosto menos mas desvaloriza menos) vai produzir, no pior dos cenários, um empate (porque tive mais prazer rodando com a moto Y); por outro lado, se comprares priorizando a menor desvalorização, pode ser que a falta de prazer ao utilizá-la seja um alto preço a pagar.

Abraço!

Bom dia usuarios da Boulevard M 800

Marcha nao engatando ?

Recebtemente comprei uma Boulevard 0km na loja da Suzuki (rede FOX na Alcantará Machado (SP)). Noto que depois de rodar 15 minutos ou mais, quando paro e coloco no ponto morto (luz verde)a primeira marcha ou 2 nao entram facilmente. Preciso dar ums 6 ou 7 toques para a marcha entrar. Alguem ja se deparou com esse probema ? Segundo a rede Fox nao existe problema. é isso mesmo ? obrigado
meu email: mustbegood2005@hotmail.com

João:

Conversei com dois proprietários de M800 e o primeiro me relatou que nunca passou por nada semelhante – mas o segundo me disse o seguinte:

“Isso aconteceu com a minha moto depois de uma tarde inteira de manobras e mudanças de marchas, freiadas e reduzidas sem usar a embreagem, durante um curso de pilotagem, mas não precisava tantos toques, pois logo que senti o problema, compensei com o movimento do pé e no segundo toque entrava. Mas já está normal novamente e não mexi em nada.”

Não é possível que este seja também o teu caso? Já ouvi pilotos falando que, ao tentarem acionar a embreagem simultaneamente com a troca de marcha, eventualmente pressionavam o pedal do câmbio antes da embreagem agir (para perder menos tempo).

Grande abraço!

olá proprietarios da m 800 ! bom faz tres semanas que comprei a minha ! estou muito ancioso ! pois a placa ainda naum saiu ! entaum naum da pra rodar ! mas vamos nos falando sei lá marcar um encontro deveria ser anual , rss os poucos metros que rodei com a minha FORAM FANTASTICOS ! ABRAÇOS

Essa etapa de aguardar pela liberação da moto é a mais demorada, Donizete – pelo menos aos olhos de quem espera. Por outro lado, é ótimo saber que em pouco tempo terás à disposição essa bela máquina. Boas estradas.

Abraço!

Olá;

Tenho uma M800 e gostaria de saber se alguém também tem problemas com o engate das marchas, pois noto que na minha ela “estala” muito nas mudanças de 1ª para 2ª e de 2ª para 3ª, já levei 2 vezes na concessionária e mesmos assim ela continua estalando.

Abraços

Miam, minha CB estala mais ou menos em função da rotação do motor: quando estou com a rotação alta, a marcha engata mais silenciosamente; em rotações intermediárias, a solução é levantar um pouco a rotação com o motor solto (“dar um blip no acelerador”, como dizem) para a marcha encaixar mais facilmente.

Abraço!

@donizete souza

Parabéns pela aquisição Donizete. Pode ter certeza que você vai curtir muito a moto. Estou com a minha desde maio e estou super satisfeito. Abraços…

Sérgio (Curitiba)

@Miam
Boa noite Miam. Também tenho uma M800 e noto estalos nas passagens de marcha, principalmente da primeira para a segunda, mas não me parece nada fora do normal. Geralmente se faço a passagem bem lentamente e soltando a embreagem devagar, não estala.
Abraços.

Sérgio (Curitiba)

Bom dia,

Estou pensando em comprar uma M800, pois além de acha-la realmente muito bonita, só tenho ouvido e lido elogios a respeito dela.
Minha única dúvida é sobre o conforto do garupa, pois normalmente viajo acompanhado.
Abraços,

Boa Noite Marcos;

Realmente é uma moto muito legal, mas com relação a pergunta sobre o garupa vou ficar te devendo pois eu ainda não viajei com garupa.

Abraços

Prezado Marcos Nogueira,

Estou com a Boulevard fazendo os primeiros 1.000 km, e também estou satisfeito. sobre o conforto do carona, realmente não é a mais confortável do seguimento, talvéz por ser mais esporte também. Particularmente não gosto, mas já ví opções de bancos mais confortáveis e maiores (espaço do carona) e/ou instalação do “sissy bar”.

Sobre o estalo das marchas, a minha também não apresentou este problema.

Prezados,

Nesta lista temos mais gente do RJ? para agendarmos possíveis encontros entre os proprietários de bouvelard.

Abraços,

Leandro Rangel
Niterói / RJ

Marcos, sou da mesma opinião do Leandro: excluindo os modelos que se enquadram mais como cruiser do que como custom (como as H-D Ultra Classic Electra Glide), o banco do garupa nunca foi um exemplo de conforto.

Minha mulher andou algumas vezes na garupa da Shadow – sob protestos – e o dono atual fez um ótimo investimento substituindo o banco todo (podes ver o resultado no artigo http://www.pirex.blog.br/mais-honda-vt600c-shadow/).

Grande abraço!

[…] que ela desembarque em terras tupiniquins – principalmente porque canibalizaria o mercado da Suzuki Boulevard M800 -, vale a pena conhecer esta custom de linhas […]

pessoal, a minha esposa reclamou muito quando andou pela primeira vez com a minha boulevard. retirei o banco traseiro original e coloquei um do pedrinho bancos nunca mais reclamou.

Reginaldo, eu também já ouvi falarem bem do Pedrinho Bancos: quem se interessar pode conferir no site http://www.pedrinhobancos.com.br/.

Abraço!

[…] Para os saudosistas das Shadows com linhas mais modernas, a Honda passa a oferecer (pelo preço sugerido de US$ 7.999) em alguns mercados onde atua a Shadow Phantom, que, além de não seguir à risca a cartilha ACE (American Classic Edition) aplicada no modelo que atualmente temos no Brasil, vem com muitas áreas pintadas de preto, tendência consagrada pela Suzuki Boulevard M800. […]

Piréx, sou daquela geração que andou nas motos importadas de média potência(RD250, Suzuki GT 380, Kawasaki 550)da década de 70 do “século passado”(risos). Quando a importação foi interrompida foi difícil demais. Passei por FBM, TT, DT180 até que a Honda mandou a CB400 e aí depois de 17 anos ininterruptos brigando para acabar com o estigma “motoqueiro”, lutando pelo respeito pela motocicleta no trânsito aconteceu de eu ir para o “estaleiro”, porque você sabe, só existem dois tipos de motociclistas, os que já se acidentaram e os que estão por se acidentar(risos), o resultado foram 4 meses sem andar…fiquei 18 anos sem moto e agora resolvi comprar uma. O critério para escolha foi simples, sentei em várias motos e em nenhuma “tocou” Born to be Wild na minha mente, mas quando experimentei a M800…
Tenho certeza que fiz uma boa escolha. Para a minha envergadura e altura a moto é perfeita. Agora aos 50 e tantos anos de idade penso que as Custom são o meu momento e a Boulevard M800 para “recomeço” é ideal. Grande abraço e parabéns pela seriedade com que os temas são tratados.

Parabéns pela aquisição, Rubem! Pelo retorno que recebo dos proprietários, a M800 é uma excelente moto e certamente te trará muitas alegrias nesta tua volta às duas rodas.

Apesar de faltar pouco mais de 10 para os 50, tive a sorte de rodar muito em uma legítima representante da década de 1970 (sobre quem escrevi no artigo http://www.pirex.blog.br/viuva-negra-a-moto-que-marcou-geracoes/) e na que inaugurou o fim da reserva de mercado (http://www.pirex.blog.br/sete-galo-a-herdeira-legitima-da-moto-do-seculo-xx/). Além das que citaste, ainda me lembro bem (porque meus amigos eram seus proprietários) da Suzuki GT750 (que aparece na primeira foto do artigo http://www.pirex.blog.br/evento-de-estreia-i-motomix/) e das Hondas CB360, CB750 e CBX1050 de quem não tenho registros fotográficos. Bons tempos!

Forte abraço!

Boa tarde!!

Estou pretendendo comprar uma custom, masi estou com muito dúvida em qual moto comprar, pois tenho em emnte três modelos, mas não sei a melhor. Poderiam citar as diferenças entre a shadow, boulevard 800 e a drag star?
Sei que há diferença na cilindrada, mas poderiam informar mas detalhe que há entre elas? Por ser a minha primeira moto, que deveria comprar?

Cristino, sou de opinião que só rodando para saberes (especialmente se falamos de motos com muitas características em comum e de marcas reconhecidas pela qualidade de seus produtos) qual é a melhor opção para ti: falar com proprietários é um bom suporte para tua tomada de decisão, mas só experimentando para ter certeza qual encaixa bem nos teus uso e biotipo.

Abraço!

Amigos,quando decidi comprar uma dessas joias me dei conta que já estavamos em Agosto e gostaria muito de saber se vcs tem alguma previsão da chegada do modelo Boulevard m 800 ano 2010?

Bayga:

Pelo que vi no Boulevard Owners Group Forum (http://forum.boulevardonline.net/index.php?topic=2004.0), só muda a capa do filtro de ar no modelo 2010. Podes vê-la no site da Suzuki: http://www.suzukimotos.com.br/release_salao2009_acontece.aspx.

Grande abraço!

fabio cardoso :Tenho duvidas qual escolher Shadow 750 ou boulevard m 800?Qual devaloriza menos de um ano para outro?Qual tem mais acessorios?

tenho uma darg 650 e estou a comprar uma shadow 750 com apenas 1500km por 23000,00.Mas achei uma boulevard m800 0km por 29.000,00 E AGORA!!!!!QUE FAÇO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E AIH MINHA GENTE, ME CONVENÇAM A O QUE COMPRAR. ABRAÇOS

Não compreendo seu dilema.
Você pode fazer Test-Drive nas duas…Mas se a preocupação é investimento, desculpe-me, mas procure um vendedor de motos, uma concessionária. Por favor, leia e releia com paciência, porque não tenho a intenção de “parecer” grosseiro. Torço pra que você fique feliz com sua escolha, ou melhor, compra.
Fiquei, recentemente, um mês andando de Shadow 750 nas estradas americanas. Minha filha numa Suzuki 600 me acompanhava, aliás me guiava. Andamos 2000 milhas. Quando cheguei no Brasil comprei a M800. Por quê???? Porque a 35 anos atrás tive uma Suzuki GT 380, por 3 anos, e nunca, repito, nunca levei a moto pro mecânico. Isso serve pra mim…não servirá pra outras pessoas. A compra da moto , pelo menos eu acredito, é estritamente pessoal. Torço pra que você fique feliz com sua escolha, ou melhor, compra.
Mais uma vez, por favor, não me entenda mal.
Forte Abraço!

Obrigado pela atenção. Abraços
Ps. Sou a época da Yamaha 350, honda 360, zanela, suzuki, cbzinha 400…etc.até a vespinha
Acredito que andamos por sp na mesma década( lembra do gomalina……ETC)
fiz da honda meu curriculum…125cc(amarela) igual a dos correios, turuna, xl,xlx,400,450E. Hj estou de drag a ser trocada nesta semana que entra.
Abraços
Luiz Henrique (namor)

Luiz Henrique:
No artigo que escrevi sobre a Shadow 750 (http://www.pirex.blog.br/honda-shadow-750/), fiz um comentário que corrobora o que disse o Rubem e resume bem o que penso sobre escolher uma nova moto:

Fazer um test-ride sempre é a melhor opção na hora de escolher uma moto: como vários fatores influenciam no prazer de pilotar (gosto pessoal, altura, peso, idade, etc), ouvir de alguém que uma é melhor que outra, na minha opinião, não é suficiente.

Experimente as prováveis ocupantes do lugar da tua Drag e certamente farás uma escolha mais adequada para teu perfil, aumentando grandemente as chances de te dares bem com a nova parceira de viagens.

Rubem:
Parabéns pela viagem! Uma aventura como essa está nos meus planos e espero que minha filha, a exemplo da tua, também queira vir junto: imagino que tenha sido muito gratificante rodar tão bem acompanhado. E sobre a Suzuki GT, uma curiosidade: tive como companhia em algumas viagens a GT 750 (pilotada por um grande amigo meu) que aparece na primeira foto do artigo http://www.pirex.blog.br/evento-de-estreia-i-motomix/.

Abraços!

Pessoal, comprei uma Shadow 750 e andei 14 mil km e vendi.
Agora quero comprar outra moto. Achei a Shadow difícil de pilotar em baixa velocidade e na cidade, a mecanica é excelente. Gostaria de saber a opnião de vocês que tem Suzuki, sobre a Boulevard 800.

Abraços

Olá, pessoal!
Tenho lido muito fóruns, mas a seriedade com que são tratados os assuntos aqui, realmente, é impressionante. Piréx, parabéns, cara!!
A mais de um ano venho, como disse acompanhando fóruns, comprando revistas, ouvindo amigos proprietários.
Acabei de tirar minha habilitação e dar lance no consórcio Honda, mas decidido a muito tempo pela Boulevard M800: minha atual paixão.
Estou nesta semana buscando o melhor preço nas concessionárias. Essa tarefa não é nada fácil, pois a J.Toledo dita as regras, descontos, estoque, etc.
Como só podem, neste momento, venderem o modelo 09/09, isso pelo menos vem garantindo o valor de R$ 29.250,00 (preço de custo.. o menor que consegui até aqui, com alguns brindes, como capa para a “bandida” e um capacete que dá para usar de vaso depois..heheh). Ainda bem que, ao visitar o estande da Suzuki no espetacular Salão Duas Rodas 2009, conversando com expositores e vendo de perto a modelo 2010, a única coisa que muda, realmente, é a cada do filtro de ar (mais arredondado) e talvez algumas opções de cores. Como já estou decidido pela dor PRETA, fica aí minha dica para quem procura, acho que o momento é de aproveitar a promoção, pois acredita-se que no modelo 2010 volte o valor normal: R$ 32.900,00.
Ah! Será minha primeira moto mesmo e estou muito ansioso em recebê-la!!

Abs à todos! Quero participar desse encontro, se houver, aqui em SAMPA ou na CIDADE MARAVILHOSA tb!!

Edson:
Dizer que alguma custom será fácil de pilotar no trânsito urbano é uma coisa improvável, mas eu acredito, baseado no que ouço comentarem meus amigos proprietários de Shadow 750 e M800, que esta última é ligeiramente melhor.

Essa opinião pode ser, sem maldade alguma, tendenciosa (em função das características físicas ou do quanto gosta da M800 quem elogiou), então o melhor que podes fazer é experimentá-la: sem dúvida será um ótimo investimento.

Carlos:
Apesar do blog ser um hobby, procuro fazê-lo da melhor forma possível – e um dos maiores méritos dele é a participação dos leitores que, como tu, comentam, criticam, dão dicas e agregam informação e valor.

Se eu estivesse adquirindo uma M800, certamente aproveitaria os valores promocionais da 09/09, haja vista que, segundo o que publicou a Suzuki, apenas o filtro de ar e o conjunto de cores mudarão no modelo 2010. Boa sorte na aquisição e boas estradas com a M800.

Abraços!

Prezados amigos,

Concordo com o amigo Carlos, poderíamos estar marcando um encontro de boulevard, para troca de idéias entre os proprietários das bandidas. Tenho um blog pessoal, com bastante fotos da minha.
confrariadeniteroi.blogspot.com

Abraços à todos,

@Leandro de Almeida Rangel
Beleza, Leandro!
Nossa divisa de estados não é barreira para as nossas 2 rodas!!
Adorei as fotos, cara (irmão..rs…)!!!

Vamos “cadastrando” os próximos adeptos!!

Abs e parabéns pela azulona!!! Linda, mesmo!
Como eu disse, sou novatíssimo, pois pegarei a minha daqui uns 10 dias!!! Mas quero estar perto de brothers experientes!!

Abs,

Carlos Emerson

Para aqueles que estão decidindo entre M800 e Shadow 750. Apenas comentar sobre a minha experiência no trânsito na cidade de São José(SC) onde moro e Florianópolis(SC)trabalho. Entre 7:00 e 09:00 da manhã, não tem como andar a mais de 40 Km por hora nas principais vias de acesso entre estas cidades, portanto alguns “atalhos” são utilizados, que seriam ruas sem movimento, mas são muito curtas e aí é um entra e sai de muitas ruas(todas de mão dupla), com fluxo de ônibus e de todo tipo, planas, aclives, declives, cruzamento em aclive onde você tem que parar. É um belo exercício de controle de manetes e pedais.Para andar 10 Km você leva 30 a 40 minutos. É de lascar!
Não quero ser repetitivo, mas fiquei 18 anos sem andar de moto, meu retorno foi nos EUA mÊs passado, em cima de uma Shadow 750. Fiquei um mês “flutuando” naquelas estradas. Acredito que se ao invés da M800 estivesse com a Shadow para a minha maratona diária, eu teria mais dificuldades, por causa da minha estatura. As respostas destas motos sempre serão diferentes, para cada um de nós, um vai achar que a Shadow é melhor para curvas e outro vai achar que a M800 é melhor para freiadas, ou vice-versa. Sugiro aos que ainda não se decidiram, fazer um Test Drive parecido com a minha rotina. Não nos esqueçamos que elas são “estradeiras” e que vamos unir o agradável ao útil, neste caso é assim mesmo, nesta ordem, porque dinheiro não dá em árvore e não é capim.
Somos diferentes nos reflexos, na estatura, reagimos de maneiras diferentes a cada situação e quando você repassa isso para a moto, nesse momento você terá a resposta para o seu jeito de pilotar e decidir qual lhe trará mais conforto e qual lhe transmitirá mais segurança…No meu caso foi a M800.
Desculpem-me se me estendi.
Forte Abraço!!!

Caros amigos,

Estou adquirindo uma motocicleta no próximo mês. Dúvida cruel: Bandit 1250N ou Boulevard M800? Sei que são estilos diferentes e motos com uma proposta distinta. Mas aqui em Brasília os dois modelos estão em promoção com uma diferença de R$ 2.500,00 entre elas.
Como será minha primeira moto com potência superior a 500cc e a utilizarei principalmente em passeios com a patroa estou nessa dúvida cruel. O que vocês acham?

Abraços à todos e parabéns pelo blog Piréx!

Leandro:
Show de bola o blog: já assinei para receber tuas atualizações.

Carlos:
Essa espera pela moto é interminável, não? Sempre que preciso esperar, como no teu caso, tenho a impressão que o relógio não anda – mas quando a moto chega, é só alegria. Boas estradas com a M800.

Rubem:
Obrigado pela contribuição: certamente agregou muito à discussão aqui e será de grande utilidade para todos os interessados.

Daniel:
Realmente é uma comparação difícil, pois ambas são ótimas motocicletas. Sugiro que faças um test-ride com a patroa junto: fiz isso na aquisição mais recente e foi fundamental para tomar a decisão.

Todos:
Como o assunto aqui é M800, achei que vocês gostariam de saber que publiquei um artigo sobre uma Buleva turbinada que encontrei no final de semana passado em Santa Catarina. Vejam lá: http://www.pirex.blog.br/suzuki-boulevard-m800-turbo/.

Abraços!

Pirex:
Essa espera realmente parece não ter fim. Sei que toda essa burocracia é comum, mas para a gente que espera ansiosamente o relógio, realmente, parece não andar!! Acredito que mais uns 10 dias, a SUZY estará comigo!!
Ah! Que M800 turbinada é aquela? Belas fotos, aliás! Adorei a opção por álcool!!
Abs

Rubem:
Valeu por dar seu depoimento e servir, novamente, para me deixar mais tranquilo ainda na minha escolha: M800!!

Carlos:
Paciência, companheiro… É o jeito. E aquela Buleva turbinada é um monstro! O dono me explicou em detalhes o funcionamento da injeção eletrônica da M800 (muito além do meu conhecimento, para falar a verdade) e como foi possível fazer com que ela utilizasse álcool como combustível. Uma verdadeira jóia.

Abraço!

Valeu, Pirex!

Sobre a “M800 mostruosa”:

Se tivermos a felicidade de encontrá-lo no blog, seria legal ele postar sobre a conversão à álcool sem perder a originalidade (se entendi bem!).

Minha SUZY:
O processo da SUZY andou mais um pouco, agora só falta o faturamento e marcar a data para retirá-la do berçário e tapresentá-la ao mundo!! Mais uns 7 dias!! A merda é que vou trabalhar esta semana em BH e vou ficar mais ansioso do que nunca!!

Abraço

[…] Pasme: é uma Suzuki Boulevard M800. […]

Carlos, uma semana passa voando… Falta pouco!

Abraço!

Brothers,

Dia até sexta, dia 27/11 a SUZY chega!!
Vou presentear um amigo para trazê-la até em casa. Não quero arriscar dar minha primeira volta numa poderosa destas e, de cara, encarar as marginais de sampa. Quero ir com muita calma. Mas é lógico que estarei escoltando de carro!! heheheheh

Deus quis me presentear mais ainda: semana passada a patroa e eu fomos abençoados com uma gravidez tão esperada!!!

Ufa! Quantas boas notícias e quantos “filhos” queridos e esperados!!! hehehe

Postarei fotos da SUZY, com certeza!!

Abs,

Carlos

Agora só faltam 3 dias, parceiro… Pouca coisa.

Aguardamos as fotos da máquina.

Forte abraço!

A SUZY já está em casa… presenteei um amigo para buscá-la comigo e vir pilotando até em casa…. aqui chegando, é claro que dei minha primera volta com ela… que espetáculo…. estou apaixonadíssimo!!!
Em breve postarei fotos dela!!!

Valeu a espera!!

Abs,

Carlos

Bela notícia, Carlos… Aguardamos as imagens.

Abraço!

parabéns caro amigo. Curta bastante e seja feliz.(com segurança)

Luiz Henrique: obrigado, irmão!!! Estou caminhando devagar para ir conhecendo melhor a Suzy e ela também a mim!! Tudo isto com muita segurança mesmo!! Valeu, cara!!

Amigos,
Como faço para postar as fotos aqui?

Carlos, precisas criar um álbum (no Picasa – http://picasaweb.google.com.br/ – ou em outro semelhante) e deixar um comentário com o link para as fotos.

Abraço!

Opa! Valeu, Pirex! Pensei q tinha q fazer um upload para cá para aparecer a foto junto com o post…. blz… vou postar no Flickr e postar o link aqui!!

Nossa, a SUZY é espetacular!!

Abraço!!

Excelente, Carlos: aguardamos o link para o álbum no Flickr e tuas observações aqui nos comentários.

Grande abraço!

caros amigos, ontem por acaso dei de cara com uma shadow 1800. BABEI, ANO 2006/07 A VENDA POR 52.000,00, com 23.000km. Nos EUA o preço é de USA 9.000,00. Fico indiguinado da forma que somos lesados pelos impostos.

Eu também gosto muito dessa 1800, Luiz – e concordo sobre a dor no coração que dá ao comparar os preços das motos lá (seja EUA ou Europa) e aqui. Quem dera pudéssemos pagar US$ 9 mil por uma dessas no Brasil…

Abraço!

GRANDE PIREX,
DAE IRMÃOS!
SOU O DONO DA SUZUKI “MONSTRUOSA” BOULEVARD M800 ‘TURBO'(álcool)…A PERGUNTA DO CARLOS SOBRE A ALTERAÇÃO DO COMBUSTÍVEL DE GASOLINA PARA ÁLCOOL SE TEVE APENAS PELA TROCA DOS BICOS INJETORES DE MAIOR VAZÃO QUE POR SORTE É O MESMO TAMANHO DO BICO MAGNET MARELLI DO GOL MI DIFERÊNCIANDO APENAS O CONECTOR DO BICO, MAS QUE CONSERVEI OS ORIGINAIS DA MOTO MODELANDO A PARTE PLASTICA DO BICO COM FERRO QUENTE, MESMO ASSIM ELES FORAM TRABALHADOS (abertos)DE MAIOR VAZÃO PARA MELHOR COMPORTAMENTO COM O TURBO.
ALGUMAS VANTAGENS EM USAR O ÁLCOOL É QUE O ÓLEO DO MOTOR ESTÁ SEMPRE LIMPO E NÃO CARBONIZA OS PISTÕES E TEM O DESEMPENHO MELHOR.
JÁ RODEI EM TORNO DE 3000KM COM ÁLCOOL E O TURBO, A MOTO COMPORTA-SE MUITO BEM.
ABRAÇO.

Airton,
Que bom que apareceu, cara! Parabéns pela transformação. Aproveito para parabenizar também o “repórter” PIREX!!! heheheh…

Engenharia a flor da pele hein, cara!! Já rodou 3000km… ótima experiência… precisa patentear isso!! heheheh…

Fala prá gente sobre a autonomia dela com álcool!!!

Abs,

Carlos Emerson

P.S.: AINDA DEVENDO AS FOTOS…não tirei muitas ainda!!!

VLW CARLOS,
ANDANDO “FORTE” COM ELA, PORQUE É MUITO BOM E CONVIDATIVA, ELA FAZ ENTORNO DE 10KM/L E ANDANDO EMTRE 80KMH E 100KMH ELA FAZ 15KM/L DE ÁLCOOL.
ESTOU MUITO FELIZ COM A BULEVA!
REALMENTE O PIREX ESTÁ DE PARABÉNS.
GRANDE ABRAÇO A TODOS!

Grande Airton!

Bom te encontrar por aqui, camarada. Como pudeste ver, tua M800 Turbinada fez sucesso (eu acompanho as origens dos acessos ao blog e já vi discussões sobre ela em vários outros sites). Certamente o pessoal tem muitas perguntas para te fazer sobre o projeto: fiquem à vontade para usar este espaço e se eu puder ajudar em algo, me avisem.

Abraços!

Olá amigos, prazer meu nome é Jorge Jardim – Acre,

Perex com total razão, a final a questão não é investimento.

Fábio se fosse analisar a questão de investimento eu optaria em deixa a grana no Banco e alugaria quando necessitasse.
E Prazer de pendendo das condições financeiras, não pense em desvalorizaçao, se pensar ira perder o melhor que essa vida pode lhe proporcionar.

Com uma M800 da para esquecer muita raiva, stress do dia, dia, faça o teste e verá que tenho Razão.

Amigão, ja possui a Savage na época que chegou no Brasil, eu ja me sentia, imagino quendo eu der a luz em um Boulevar M800 que chega em Abril.

Foi assim que coloquei, dar aluz, estou gerando.

Que abril chegue logo então, Jorge!

Grande abraço!

Óla amigos sou de sertãozinho SP,depois de ler esta reportagem da boulevar m 800 deixei de comprar uma shadow usada de um amigo meu ano 2000 e comprei urgente dia 8\1\10 uma na consecionária fox em SP capital ano 9\9 vai chegar dia 13\1\10 estou ancioso pela chegada e linda demais a cor preto vou equipar e curtir meus sabados e domingos com minha esposa Fátima

Estudei demaisna net sobre esta moto suzuki boulevar m800 , então como sempre sonhei em muntar numa moto custom, tomei a decisão com apoio de minha esposa que tambem amou a moto de comprar esta linda perola negra,cheia de novidades amortecedores dianteiros invertidos, e prolink trazeiros rodas liga leve ,peso e tamanho ótimo com guidão mais largo menos cançativos em manobras curtas de ultrapassagem.
E tambem ja tive motores suzuki e sempre adimirei com o custo de manutenção quaze zero.
Abraço a todos leitores…

Então a tua M800 deve encostar na tua garagem hoje, Wilson! Sensacional. Aproveite muito o que a Buleva tem para dar e boas estradas com ela!

Abraço!

Meus amigos da PIREX chegou a perola negra da suzuki a M 800 logo as 700hrs da manhã ..foi um ótimo dia kkkkkk valeu agora vou pegar a estrada do brasil depois comento com vcs leitores….os valores desta moto M800 suzuki.
abraços a todos

Valeu irmao. Va e volte com seguranca

Que beleza, Wilson! Aproveite bem – e com segurança, como bem lembrou o Luiz Henrique – a tua pérola negra. Aguardamos tuas observações sobre ela.

Abraços!

Sim e claro luiz Henrique, vou seguir como diz os americanos a segurânça em primeiro lugar vou curtir como hob porque sou apaixonado por moto e curtindo as brisas das manhãs e as paisagens das estradas sem velocidade alta eu e minha esposa. abraços a todos

Amigo, to ancioso também, vai ser abril a nova cara da M800?
Tu que estais por dentro.

Gosto de 02 Cores, parece que vai chegar com duas cores é isso, ja disfiz do meu Pálio e só estou aguardando novidade, quero comprar, se souber de alguma coisa me avisa.

Um forte abraço

Jorge JArdim – Acre

Amigo Jorge as cores que conheço e so o azul e a preta eu preferi a perola negra tem mais comercio na hora de vender , mais gosto de todas as cores e lógico. a máquina e linda e aceleração perfeita por motivos de corpo borboleta injeção eletronica e não carburadores que engasgam as vezes. vamos pegar estrada longa e ver a dinâmica da maquina.

Abraços

Perex, tudo bem?

Segue abaixo o link de fotos que segundo o postador são as novas cores da Buleva 2010 que chega em Abril, preciso da confirmaçao se é verdade.

http://www.moto.com.br/anunciosv2/anuncio/moto_suzuki_boulevard_m800-173339.html

Um abraço

Jorge Jardim-Acre

Jorge, esse modelo foi o apresentado pela Suzuki na final do ano passado (durante o Salão Duas Rodas). Veja lá no site deles: http://www.suzukimotos.com.br/release_salao2009_acontece.aspx.

Abraço!

Meus amigos , realmente a moto superou todas as espectativas .Esta moto m 800 esta de parabens tanto no estilo bandida bem como firme nas curvas e grandes retas onde passamos o pessoal das motos espotivas porte grande ficaram virando o pescoço quando viram a grande surpresa do mercado SUZUKI m 800 , eu e minha esposa curtindo demais. amei a perola negra M800
Abraços a todos leitores.

Aqui em brasilia soh em marco teremos as novas M800, porém tem as midnight com uma dif. De apenas 2000 reais. Senti q os caras da Suzuki estão preocupados. Alguém já andou com elas? Com certeza este ano troco de moto, não me decidi para qual. Abraços

Luiz Henrique:

Um amigo de SC adquiriu uma Midnight no ano passado (http://www.pirex.blog.br/yamaha-xvs-950-midnight-star/) e fui até Florianópolis, entre outras coisas, para ver a moto de perto e ouvir suas impressões.

Na minha opinião, a M800 tem um ascpecto mais bandido – e moderno, não tão clássico como o da Midnight -, mas para quem as coloca em pé de igualdade o melhor mesmo é realizar um test-ride e eliminar qualquer dúvida. Segundo meu amigo proprietário da Midnight, a moto é excelente, mas pilotar é uma experiência pessoal e pilotos com perfis diferentes podem ter opiniões divergentes sobre uma mesma moto.

Grande abraço!

óla pessoal.
A moto 950cl da midnght star na minha opinião ficou muito classica para comparar com a suzuki m800 , que e muito bandida e desing bem diferente
meu amigo da harley 1600 pilotou e amou a m800 bolulevard.

Concordo plenamente com vcs, na realidade na hora da dirigir a coisa toda se torna realmente muito pessoal

PS. neste final de semana vou conhecer a harley Dina 1600cc (preço em promoção de 37000) Alguém já pilotou esta moto??????

Luiz Henrique, a única impressão que possuo da Dyna veio de um colega de trabalho (proprietário da Drag que aparece no artigo http://www.pirex.blog.br/yamaha-drag-star-xvs-650/): ele achou essa H-D moto muito forte, confortável e segundo ele tem tudo para ser a próxima companheira de estradas.

Grande abraço!

Aqui em bsb, a promocao da HD eh muito tentadora. Abcs

Para o Luiz Henrique,
sobre a Midnight, estive no dia do lançamento na revenda Yamaha em São José(SC, a moto já estava vendida, mesmo antes de chegar…ela impressiona, positivamente. O Senhor que a comprou é bem alto, sua esposa também estava lá e tiraram fotos com os amigos, os dois na moto, gentilmente permitiram que as pessoas presentes também “sentissem” a moto. Na minha vez, imediatemnte percebi o que para mim é importante(sou baixinho), enxergar onde a moto termina(me dá segurança)…a disposição dos “relógios” e do farol permite a você ver o pneu dianteiro e o resto é tudo maravilha!!! Tenho uma M800 e não consigo ver o paralama dianteiro, a visão fica coberta pelo farol. Mas o problema é meu(hehehe)…a única observação que tenho a fazer sobre a “Pérola negra” (muito bem apelidada por um “assistente” deste blog) é a ausência de um “dial” informando a marcha, porque às vezes “passo” a 6ª marcha.. e na terceira tentativa, desisto…hehehehe
Pirex, quero felicitá-lo pelo blog. Parabéns!!!
Forte Abraço!!!
Rubem
Como disse o rapaz do Acre se dinheiro não é problema, desfrute. A escolha é pessoal e instransferível(hehehe).

Rubem,
Hj fiz uma pequena viagem a Goiania (400km-ida e volta) com amigos e fomos a um encontro na lj Harley. Foi um passeio muito bom, sol vento etc……. A HD está com preços acessíveis pagando 50% na hora e 50% em 20 meses sem juros. Tem harley 1600 cc Dynna de 32000,00, 37000 e 39000,00. achei tentador a promoção. POREM aqui em Brasilia, conseguimos.que uma revendedora SUZUKI topasse a mesma forma de pgto. Muito bom pois um colega, acabou de vender a sua shadow 600 para comprar a M800. Porenquanto eh só, abraços a todos. LH

Rubem:
Eu também sou um dos que se ressentem pela ausência generalizada (independente de cilindrada ou preço) de um indicador de marcha engatada no painel. Sempre que surge essa discussão, me lembro que a Suzuki GT750 já possuía o tal indicador na década de 1970 e a Honda CBX750F, na década de 1980, trazia no painel algo que ajudava: um indicador de última marcha engatada.

Luiz Henrique:
Aqui em Porto Alegre a Dyna Custom (ano 2008 modelo 2009) está sendo vendida por R$ 36.900 à vista (mais frete de R$ 1.300) ou 50% de entrada mais 20 vezes de R$ 922,50.

Abraços!

Sou do tempo da Suzuki GT750 e o marcador de marcha ajudava muito. Eh uma pena q os big boss de hj se mostram como se nunca tivessem andado de moto. Fiz um passeio de 400km há 10 dias e houveram momentos quando de algumas ultrapassagens que senti falta de um marcador de marcha.
Tenho procurado um M800 para um colega e agora depois de 14 dias sem q a suzuki conseguisse uma zero, ele acabou comprando uma MID. Pagou 29800. Nunca pilotei uma MID dizem q eh uma boa moto. Achamos aqui em BSB uma M1500 branca por 35500. Qto a HD pretendo no final do ano comprar uma Heritage.(1600cc). Hj custa 39800 em Goiania. Abraços

Um amigo adquiriu há poucas semanas uma H-D Heritage, Luiz Henrique: espero publicar nos próximos dias um artigo falando dela e das impressões do proprietário (a moto anterior dele era uma Varadero: http://www.pirex.blog.br/honda-xl1000v-varadero/).

Abraço!

Muito legal cara, obrigado pela força, por ter enviado o link, estou na fissura da chegada logo da Menina.

Cara fiz um tour neste seu blog, Parabéns, muito bom, virou uma diversão neste final de semana, estarei sempre acompanhando as novidades.

Espero conhecê-lo, numa possível ida ao sul.

Um abraço!

Jorge Jardim

Será um prazer recebê-lo por aqui, Jorge.

Forte abraço!

Bom dia Jorge, Trabalho na Shad do Brasil e seria um prazer colocar nossos produtos ao alcançe de todos os teus companheiros , fabricamos baús para todos os tipos de motos inclusive ferragens laterais para maioria das motos custons assim será mais uma opção de transporte com segurança nos objetos há ser transportado na malas laterais.obrigado tel 11. 7110.4334

Obrigado pela dica, Marco.

Abraço!

[…] de 2010 mal ter começado, a Suzuki saltou na frente e lançou a versão 2011 da Boulevard M800, modelo que teve 1.214 unidades emplacadas no ano de 2009 (1.373 em 2008 e 1.127 em 2007) e ficou […]

ÓLa pessoal do blog conheci uma galera ,em ribeirão preto numa famosa loja de capacetes onde virou ponto de encontro de motoqueiros aos sabados de manhã.la tem todos os tipos de motos imaginaveis e a minha linda pérola negra m 800 boulevard estava no meio delas ,fazendo bonito,gostei da maquina mais ja encomendei um escape mais arrojado.
Abraço a todos da pirex.

,

Então…
dia desses, mais ou menos, 1 mês, voltando pra casa depois do trabalho, num verdadeiro dilúvio(aliás só caem nessas horas), tudo parado, peguei pela direita da pista a curva em frente a Rodoviária de Florianópolis, por onde saem os ônibus para pegar a ponte e não percebi que tinha se transformado numa lagoa. Resultado a água cobriu o cano de baixo(não sei se também cobriu o de cima)…demorei pra perceber…só entendi quando o barulho diferente, que eu não sabia de onde vinha(olhava pelo retrovisor pra ver se era moto da polícia, ou coisa do gênero) ficou concomitante com as aceleradas(coisa de motociclista inseguro que morre de medo que a moto pare no meio da chuva e no meio do engarrafamento) e em seguida minha bota encheu dágua, olhei pra baixo e APAVOREI, só pensava, onde fica a Bateria dessa moto? Onde a água já entrou? Meu Deus do céu isso não é uma XLX250 86(cano de descarga alto e minha última moto)…os carros não andavam, tudo parado e eu na lagoa…apertei a embreagem , virei o punho e fui…de um lado os carros parados e do outro o meio fio…andei uns 20 metros, os mais longos e demorados da minha vida, nessa situação… fiquei esperando a moto parar….não aconteceu nada…ainda estiquei o caminho, mesmo naquela chuva de “balde” e nada…entao tive aquele pensamento “orgulhoso”…além de Custom é anfíbia….heheheheheheehe…não sei se foi sorte…mas até hoje, nada…só alegria…claro não entrarei de novo numa situação dessas….
Grande Abraço!!!!..

Wilson:
Que escape encomendaste? Há pouco falávamos sobre o fato de eu nunca ter visto um JJ equipando uma M800. Será que o resultado seria bom (som e visual)?

Rubem:
Moto é isso aí: tem que se sair bem nas situações mais variadas.

Abraços!

Passei por isso no final de semana e peguei estrada e ao voltar, 50km de chuva, vento e neblina. Felizmente cheguei bem e a moto too. Abraços

Ola para todos
Gostei das dicas sobre a Boulevard M800. Sou de Florianópolis e a minha SUZY chegou esta semana. Como estou, a trabalho em Porto Alegre, somente irei conhece-la no sábado. Assim que coseguir senti-la, enviarei meus comentários sobre esta máquina
Abs

Zilli, aguardamos tuas observações sobre a M800: sempre é bom conhecer as opiniões de vários proprietários. Os futuros compradores agradecem…

Grande abraço!

Ola
A moto é fantástica. Passei o final de semana e o feriado pilotando. Tem uma ótima estabilidade e me senti muito seguro. Tive que aprender a fazer curvas fechadas, mas depois de umas duas ou três tentativas, consegue-se domá-la.
Estou muito contente e louco para chegar o próximo final de semana para sair por ai.
Solicitei a instalação de uma proteção para o radiador, pois acho ele muito exposto. Alguem já teve problemas com pedras na estrada??
Trocarei o banco pois o do carona é muito pequeno e minha esposa sentiu-se desconfortável. O pessoal da MotoSuper, em Florianópolis, indicou a Peninha Bancos Custon de Curitiba. Entrei em contato e aguardo orçamento.
Abraços e espero encontra-los na estrada com a SUZY

Obrigado pelas informações, Zilli… E boas estradas com a nova companheira.

Abraço!

Prezado,

Estou pesquisando a Boulevard e a Shadow para uma aquisição e gostaria de saber sua opinão sobre a Boulevard.

Todas as informaçoes q tenho da Boule-vard sao otimas. Mas nenhuma eh tao confortavel como a Shadow. 750

Antonio, como nunca possuí nenhuma das duas, minhas impressões são baseadas nos comentários dos meus amigos que possuem estes modelos e, até onde sei, o que o Luiz disse procede. Mecanicamente ambas são excelentes motocicletas e o visual (esportivo na M800 e tradicional na Shadow 750) é o diferencial. Com o lançamento da nova Shadow 750 (http://www.pirex.blog.br/honda-shadow-750-2011/) essa diferença diminuiu, mas o aspecto bandido só a Buleva tem.

Na minha opinião, o melhor que tens a fazer antes de tomar uma decisão é experimentar as duas, já que cada piloto tem um biotipo diferente e é preciso combinar beleza e funcionalidade: no passado, já adquiri motos por sua aparência e me arrependi.

Abraços!

Estou tentando saber se guando troca os escapes da Boulevard a necessidade de trocar as juntas, guando eu aumenta a aceleração sinto que esta vazando a pressão, teria que trocar as juntas né?

Acredito que sim, Sérgio. Quando substituí escapes em minhas motos, sempre refiz as juntas: na última vez, na CB1300SF, utilizei um silicone para altas temperaturas e ficou perfeito.

Grande abraço!

[…] que atualmente temos no Brasil, vem com muitas áreas pintadas de preto, tendência consagrada pela Suzuki Boulevard M800. As características da Phantom seguem idênticas às da 750 brasileira: propulsor V2 a 45 graus […]

Olá boas para todos, também estou com essa “pulga” atrás da orelha – Bouvevard ou a nova Shadow 750 com ABS, me preocupa também o conforto da garupa, no visual o acento da Boulevard parece mais confortável ??????

Ao Sergio, sugiro que troque as juntas, pois as velhas não possuem mais condições de acentamento tal qual as novas, além de possíveis pequenos “rasgados” que prejudicam a vedação.

Fleury, “original” e “confortável” não são características que andam juntas no banco do garupa… No final das contas, eu sempre acabei substituindo o original por um melhor para convencer a patroa a motocar junto e por isso minha opinião é que esse (banco do garupa mais confortável) não é um fator decisivo na escolha da moto.

Abraço!

Olá para todos, acabei de vender a minha boulevard m800 2008, e já comprei a 2011 laranja com preto, a minha dúvida é, a m800 vai sair de linha por causa da 1500?
obrigado pelas informações.

Não acredito que a Suzuki tire a M800 de linha, Geraldo… Ela tem uma boa aceitação no mercado e não concorre com a M1500. Deve continuar por muito tempo.

Abraço!

Parabens pelo blog, contem informações preciosas para quem esta entrando no mundo custom como eu, abços a todos

Obrigado, Ewerton: estamos todos em constante aprendizado aqui e, por este motivo, sempre trocando experiências.

Abraço!

estou conhecendo agora e estou adorando o blog,……mas vai aí a ultima;….esses dias eu vi a foto da nova BOULEVARD M800R 2012 EU Ñ GOSTEI,…ELA VEM QUASE IGUAL A C1500 INCLUSIVE COM AQUELA COBERTURA NO FAROL , AS RODAS COM AROS CLAROS E COM MAIS CROMADOS,…OLHANDO RAPIDO DA PRA CONFUNDIR COM A 1500…ABRAÇOS.

Tom, eu vi a nova cobertura do farol e fiquei me perguntando que apelido ela ganharia… Os designers da Suzuki são criativos. Ainda não escrevi sobre esses lançamentos recentes por que faltam poucos dias para o Salão Duas Rodas e vou lá buscar imagens e informações para publicar aqui no Diário de Bordo.

Grande abraço!

Sou novo no blog…

Estive no salão, no último sábado, foi dez!

Achei muito bonita a M800R, chama mais atenção do que a 2011, espero que venha no mesmo valor…. ou mais baixo, claro, o que é difícil;
Não vejo a hora de trazê-la para Maceió.
Abraço a todos

Não encontrei em lugar algum (nem no site da Suzuki) a previsão de chegada da M800R às concessionárias, Alexandre, mas não deve demorar. Vamos ver como reage o mercado com a chegada da 800 de farol novo.

Abraço!

Olá amantes da Boulevard, acabei de tirar uma M800Z – laranja com pneus faixa branca, na oportunidade questionei sobre a nova Boulevard, até o panfleto já existe, mas quando ela chega às lojas é um mistério, como dizem não é a primeira vez que a Suzuki tráz uma novidade e demora à lançar ou até mesmo não lança.

Abraços à todos

Parabéns pela aquisição, Fleury. Que te traga muitas alegrias.

Grande abraço!

O banco da minha Boullevard esta começando a rasgar, alguem sabe se existi algum tipo de adesivo ou outra coisa que possa evitar o rasgo, por favor.

Valeu

Caros companheiros, estou entrando no mundo Custom, mas estou com uma dúvida cruel, não sei se compro a M800 ou parto para Kawasaki Vulcan 900 Classic, gostaria de ouvir conselhos dos amigos que já são custom!

Caro Alexandre, M 800 sem dúvida.

Prezado Geraldo Lobato:
Ano que vem só vão fabricar a M800R com balde. Lançaram agora a M800R, edição limitada, com algumas alterações. O modelo 2011 antigo não vão fabricar mais.

Um abraço.

Olá Alexandre, passei um ano testando e “namorando” todas as custon, tive até a oportunidade de colocar lado à lado alguns modelos, com alguns pontos de observação não fui capaz de não me apaixonar pela Boulevard:
– tipo de transmissão;
– Conforto – piloto e garupa;
– Posição dos instrumentos – segurança;

– Aspecto geral – linhas, acabamento e conjunto rodas e pneus – neste caso tive a feliz ideia de instalar pneus faixa branca na minha Boulevard M800Z – laranja;

Tive a oportunidade de questionar vários proprietários de outras motos e os mais contentes eram proprietários de Boulevard….

Ao olhar para as outras voce tem a sensação que tem algo faltando, realmente nada pode me encantar estou muito satisfeito com a minha aquisição, já estou com 1.180 km completos e felizes.

Espero ter colaborado.

Sds. Fleury

Sou dono de uma pérola negra M800, e já estou fazendo planos para trocar pela M800R, achei demais (ficou mais agressiva), só não gostei da mudança de cor do motor, de preta para cromado. Quanto ao resto se for igual a M800, ficarei muito grato pois a minha é show. Pergunto se alguém já usou a tal vacina de pneus em alguma boulevard, caso positivo compartilhe a experiência.

Obrigado caros Fleury e Luiz Henrique, vou colocar na balança a opinião dos dois, Valeu!

Caro Alexandre, tentei comprar a M800 e na época, ñ tinha zero na praça e acabei comprando uma Harley dyna custon. Cm certeza vc ñ irá se arrepender tendo uma M800. Colegas meus q a compraram estão muito satisfeitos cm ela. Abçs .

Mixirica, eu desconheço algum adesivo que solucione o problema, mas esse tipo de conserto pode ser feito por um estofador e o resultado certamente será bem melhor (com um custo igualmente baixo).

Alexandre, não há dúvidas que a M800 é um sucesso de público e crítica no mercado brasileiro; seguramente estarás muitíssimo bem atendido se comprares uma, mas vale a pena fazer um test-ride em ambas (e outras, se puderes) para ter certeza que combinas – biotipo, uso, etc – com esse ou aquele modelo.

Abraços!

Olá à todos, uma dica, importante para os dias de chuva, aprendi no lava motos de um amigo meu, depois do motor lavado devesse aplicar silicone spray, o mesmo que se usa para esteiras de academias. Funciona da seguinte forma, o ferro fundindo é poroso, ao esquentar dilata, e as partículas de sujeira entram nos “espaços”, quando usamos o silicone, ele penetra nesse espaço e não permite a sujeira “encardir” o motor

Sds. Fleury

Obrigado por compartilhar a dica, Fleury.

Abraço!

Salve, salve, quem sabe quem ja trocou o cabo de embreagem da Boulevard M800 existe algum cabo que substitui o original, por favor,

Abraço a todos

Estou em LUA DE MEL com a M800R. Fui buscar sexta feira, pretona, linda demais..

Parabéns J Antonio, tenho certeza que vc esta cm uma ótima moto.
Abs

Reforço os parabéns do Luiz Henrique, José Antonio: que venham muitos quilômetros com a nova companheira de estradas.

Abraços!

Obrigado…além das alegrias de desfrutar a máquina, também terei o prazer de conquistar amigos como vcs.

Abraços!

Nada melhor q se sentir feliz. TM algo melhor?? Parabéns

Pirex … parabens pelo blog. Otimos posts. Num dos posts voce perguntava por M800 com JJ. Eu tenho na minha. Se ainda nao tem fotos eu tenho algumas para enviar. Sou suspeito de falar o quanto o JJ combina com a M800. Pra mim ficou lindo. Fico à disposiçáo.

Mauro, se puderes, encaminhe as fotos para webmaster arroba pirex.blog.br e disponibilizo aqui para que o pessoal veja o resultado. Imagino que o JJ caia muito bem na M800.

Abraço!

Seguem os links para as imagens do JJ na M do Mauro:

http://www.pirex.blog.br/wp-content/uploads/Image00017.jpg
http://www.pirex.blog.br/wp-content/uploads/Image00023.jpg

Obrigado por compartilhar, Mauro!

Olá, Saudações Efusivas !!!

Tenho a M800 com o JJ desde 0Km e, mesmo substituindo o escapamento JJ pelo original no momento da MALDITA inspeção veicular do CONTROLAR, estou passando apuros.

Neste ano, ZICOU de vez.
A motocicleta não passou, mesmo sendo 2009 e tendo apenas 9.777 kilometors rodados.
Alguem tem o “CAMINHO das PEDRAS”

Fraterno Abraço

Valério, talvez seja necessária mais do que a substituição do escape para que a tua M800 tenha os mesmos níveis de emissão de poluentes que uma moto que sempre utilizou o escape original: em teoria, a injeção eletrônica deve perceber a alteração do escape e ajustar a mistura para que fique a melhor possível – mas essa faixa de correção, pelo menos nas experiências que tive com as minhas motos, é limitada.

Minha sugestão é que leves a moto em um mecânico da tua confiança para que ele avalie o mapa que está sendo utilizado e reprograme a injeção se for o caso. Esse tipo de problema, para profissionais com experiência no assunto, é simples de ser resolvido.

Se puderes, nos mantenha informados da solução.

Grande abraço!

Deixe um comentário

    REDES:  

  • rss
  • youtube
  • Twitter
  • flickr
  •  
  • PESQUISAR NOS ARQUIVOS: